Entrevistas


Histórias de sucesso #05: Roberto César Lemos de Sá Cruz – TJPB, TJBA, MPAL e MPRN.

Olá pessoal!

Hoje o histórias de sucesso é com o amigo Roberto César, aprovado no TJPB, TJBA, MPAL e MPRN!

Ele gentilmente nos concedeu a entrevista que segue:

Nome: Roberto César Lemos de Sá Cruz

Data de nascimento: 07/03/1983

Naturalidade: Recife/PE

Concurso(s) para magistratura qual(is) foi aprovado:

R: Juiz de Direito Substituto do Estado da Bahia ( Posse em 16.09.2013)

Juiz de Direito Substituto do Estado da Paraíba. ( 2016)

Juiz de Direito Substituto do Estado de Alagoas ( 2008, eliminado em virtude de não contar, à época, com três anos de atividade jurídica após a conclusão do curso de Direito)

Outros concursos em que foi aprovado:

R: Promotor de Justiça do Estado do Rio Grande do Norte ( 2010);

Promotor de Justiça do Estado de Alagoas ( 8º Lugar/2012)

Período de estudos até a primeira aprovação em concursos de magistratura:

R: Dois anos

Trabalhou durante os estudos? Cargo?

R: Sim. Professor Universitário e Advogado.

Tempo médio de estudos diário:

R: Variava muito. Nos dias em que dava aula nas Faculdades, em geral, era de 4 horas; Nos dias Livres, 08 horas diárias, com intervalos de 10 minutos entre blocos de 1:20 de estudo;

Quantas matérias diferentes lia por dia? E em uma semana?

R:Em geral, estudava duas matérias nos dias livres e uma só matéria nos dias em que trabalhava. Por semana, então, conseguia estudar um pouco das oito matérias principais ( Constitucional, Penal, Processo Penal, Civil, Processo Civil, Tributário, Empresarial e Administrativo). Dentre elas , a que menos estudava era empresarial.  Nos dias em que estudava duas matérias, sempre combinava uma que fosse de minha preferência com outra que não tinha tanto traquejo ( Ex. Processo Penal e Empresarial).

Estudava sábados/domingos/feriados?

R:Sim, sempre que não estivesse de ressaca. No sábado, estudava pela manhã e a tarde. No domingo, à tarde por duas horas somente e sempre uma revisão ou leitura mais leve.

Utiliza grupos de facebook/whatsapp para estudar? Acredita que valha a pena?

R: Não.

Fazia resumos/cadernos ou utilizava algum feito por outras pessoas?

 R: Fiz resumos das principais materiais e dos pontos com maior incidência em provas. Só usei  resumo de outras pessoas na etapa oral.

Com qual frequência fazia exercícios para prova objetiva?

R: Em geral, uma vez por semana.

Com qual frequência lia “lei seca”?

R: Só próximo as provas objetivas da FCC. Em geral, não tinha saco pra ler a lei seca. A leitura da lei fazia enquanto lia a doutrina para acompanhar o estudo.

Com qual frequência lia jurisprudência? Lia diretamente dos sites dos Tribunais Superiores ou através de outros sites (como dizer o direito ou EBEJI)?

R: Inicialmente, lia pelos informativos dos sites oficiais. A partir de 2012, passei a acompanhar o site “ dizer o direito”.

Indicaria algum curso online com foco em magistratura/carreiras jurídicas?  Indicaria algum curso de oratória para a fase oral?

R:Nunca fiz nenhum curso preparatório completo, em virtude da falta de tempo. Cursei duas pós-graduações (Processo Penal e Direito Público); e assistia  as aulas de Fredie Didier em Processo Civil e Pablo Stolze em Civil do LFG;

Para a fase oral também não fiz nenhum curso, pois entendia que a prática da sala de aula era suficiente;

Indica algum método diferenciado de estudos para alguma das fases (objetiva/discursiva/sentenças/oral)?

R: Na fase oral peguei um livro da Editora Damásio que compilava as questões e as respondia como se estivesse na prova.

Estudava a banca/examinadores responsável pela elaboração das provas da segunda fase em diante?

R:Não;

Se o tribunal é responsável pela elaboração das sentenças e tem um posicionamento diverso do pacificado nos Tribunais Superiores, adotaria qual posicionamento?

R: Citaria o entendimento dos Tribunais superiores e em seguida justificaria a aplicação do entendimento do Tribunal Local no caso concreto. Em geral, esse examinadores são vaidosos e querem enxergam na prova aquilo que eles bafejam no Tribunal.

                                                              BIBLIOGRAFIA

 

Quais livros/autores ou cursos/cadernos indicaria para os estudos nas matérias abaixo:

Direito Administrativo – (Livro Texto) Alexandre, Ricardo; De Deus, João. Direito Administrativo Esquematizado. 2ed. São Paulo: Método, 2016 ( Deixa a desejar na parte de improbidade administrativa, que pode ser suprida com a leitura do capítulo de improbidade na obra Difusos e Coletivos Esquematizado do Landolfo Andrade e Cleber Masson). ( Livro de Revisão) Scatolino, Gustavo. Direito Administrativo. Série Direto ao Ponto. Editora Aluminus;

Direito Ambiental – ( Livro Texto) Thomé, Romeu. Curso de Direito Ambiental. 7ed. Salvador: Juspodivm, 2016. ( Livro de Revisão) Sinopse jurídica da Juspodivm;

Direito Civil – ( Tive a oportunidade de ler a coleção de Pablo Stolze, exceto o livro de Contratos em Espécie. Excelente para quem tem tempo. Complementei com o Livro de Parte Geral do Felipe Peixoto Braga Netto e os capítulos de Negócio Jurídico e Prescrição e Decadência  do Nelson Rosenvald e Cristiano Chaves de Farias); Material de Revisão: Caderno de Direito Civil do LFG;

Direito Constitucional – Masson, Nathália. Manual de Direito Constitucional. 4ed Salvador: Juspodivm, 2016. Complementando em Direitos fundamentais e Controle de Constitucionalidade pelo Livro de Bernardo Gonçalves Fernandes. ( Revisão) Sinopse de Constitucional da Juspodivm, Vol. 17.

Direito do Consumidor –  Netto, Felipe Peixto Braga. Manual de Direito do Consumidor à Luz da Jurisprudência do STJ. 7ed Salvador: Juspodivm;

Direito do Eleitoral – Almeida, Roberto Moreira. Curso de Direito Eleitoral. Juspodivm;

Direito Empresarial – Sinopse da Juspodivm – Estefânia Rossignoli;

Direito da Criança e do Adolescente – Sinopse Jurídica da Juspodivm – Guilherme Freira e Estatuto Comentado do Rogério Sanches, Rossato e Eduardo Lepóre da Saraiva;

Direito Penal – Parte Geral – Masson, Cleber. Direito Penal Esquematizado. 9ed. São Paulo: Método, 2015.

Direito Penal – Parte Especial do Código Penal – Gonçalves, Victor Rios. Direito Penal Esquematizado. 7ed. São Paulo: Saraiva, 2016. ( Revisão) Sinopses jurídicas da Juspodivm – Marcelo a Alexandre;

Direito Penal – Legislação extravagante – Victor Rios E José Paulo Baltazar, esquematizado da Saraiva;  

Direito Processual Civil – Didier, Fredie. Curso de Direito Processual Civil. Vol.1 e 2; ( Revisão) Mouzalas, Rinaldo. Processo Civil. Volume único. Judpodivm.

Direito Processual Penal – Távora, Nestor; Alencar, Rosmar. Curso de Direito Processual Penal. 10ed. Salvador:juspodivm, 2015. ( Revisão) Sinopses da Juspodivm de Leonardo Barreto Moreira Alves;

Direito Tributário – Alexandre, Ricardo. Direito Tributário Esquematizado. 9ed São Paulo: Método, 2016. (Revisão) Sabbag, Eduardo. Direito Tributário Essencial. 4ed. Método, 2016.

Humanística – Vade Mecum Humanístico da Editora Método

Sentença Cível – Donizetti, Elpídio. Redigindo a Sentença Cível. Método

Sentença Penal – Schimtt, Ricardo. Sentença Penal. Juspodivm

Qualquer livro/curso que indique para o concurso que não se encaixa nas matérias acima (ex: livro de discursiva da juspodivm que tem várias matérias, vade-mécum de jurisprudência etc) -

- Controle de Constitucionalidade de Luis Roberto Barroso;

-Teoria dos Ilícitos Civis de Felipe Peixoto Braga Netto

É isso! Até a próxima!

 

Histórias de sucesso #04: Larrissa Gabriella Lins Victor Lacerda– TJAL

Olá pessoal! Hoje a entrevista é com a amiga Larrissa, do @focotutoriacursos, aprovada no TJAL! Ela gentilmente nos concedeu a entrevista que segue:

Nome: Larrissa Gabriella Lins Victor Lacerda              

Data de nascimento: 26/03/1989

Naturalidade: Recife/PE                                        

Concurso(s) para magistratura qual(is) foi aprovado:

R: TJAL e abandonei o TJPI na inscrição definitiva.

Outros concursos em que foi aprovado:

R: Delegado da Polícia Civil do Ceará e Técnico do TJSE.

Período de estudos até a primeira aprovação em concursos de magistratura:

R: 05 anos desde a formatura. Estudando para magistratura 01 ano.

Trabalhou durante os estudos? Cargo?

R: Sempre trabalhei como Técnica Judiciária.

Tempo médio de estudos diário:

R: 4 horas por dia.

Quantas matérias diferentes lia por dia? E em uma semana?

R: 1 matéria por dia. 6/7 matérias por semana.

Estudava sábados/domingos/feriados?

R: SIM. TODOS.

Utiliza grupos de facebook/whatsapp para estudar? Acredita que valha a pena?

R: Na 1ª fase Só para obter informações. Não para estudar efetivamente. Nas 2ªfase, faziamos grupos e dividia tarefas para o estudo de banca ou pesquisas sobre determinados assuntos que poderiam cair nas sentenças/discursivas. Na oral para marcar treinos pelo Skype com outros candidatos.

Fazia resumos/cadernos ou utilizava algum feito por outras pessoas?

R: Fazia resumos manuscritos.

Com qual frequência fazia exercícios para prova objetiva?

R: Todos os dias, depois que aprendi como estudar.

Com qual frequência lia “lei seca”?

R: Todos os dias, depois que aprendi a estudar.

Com qual frequência lia jurisprudência? Lia diretamente dos sites dos Tribunais Superiores ou através de outros sites (como dizer o direito ou EBEJI)?

R: Lia no site do dizer o direito, aos finais de semana.

Indicaria algum curso online com foco em magistratura/carreiras jurídicas?  Indicaria algum curso de oratória para a fase oral?

R: Nenhum curso online para 1ª fase. Não fiz curso de oratória em si mas fiz 2 cursos que valeram a pena AEJUR e ESPAÇO JURÍDICO.

Indica algum método diferenciado de estudos para alguma das fases (objetiva/discursiva/sentenças/oral)?

R: Sinopses + lei seca + informativos + questões – para objetiva. Pegar alguns assuntos pontuais e estudo da banca para discursiva. Ler muito espelho da EMAGIS, ler informativos dos seus examinadores e fazer treinos de sentenças. E fazer muito simulado para prova oral, especialmente simular as 24h.

Estudava a banca/examinadores responsável pela elaboração das provas da segunda fase em diante?

R: Sim, exaustivamente.

Se o tribunal é responsável pela elaboração das sentenças e tem um posicionamento diverso do pacificado nos Tribunais Superiores, adotaria qual posicionamento?

R: Na prova oral, sim. Na prova discursiva tento abordar os 2 entendimentos, para facilitar em eventual recurso.

                                                             BIBLIOGRAFIA

 

Quais livros/autores ou cursos/cadernos indicaria para os estudos nas matérias abaixo (se possível, especificar o professor de cada matéria nos cadernos/cursos):

Direito Administrativo: Direito Administrativo Descomplicado - Marcelo Alexandrino e Vicente; Sinopse para Concursos – Ronny e Fernando, e Matheus Carvalho.

Direito Ambiental: Livro-Resumo Direito Ambiental Esquematizado – Frederico Amado.

Direito Civil – Lei seca, Sinopse para concursos – Luciano e Roberto (Juspodivm) e caderno dos cursinhos.

Direito Constitucional: Direito Constitucional Descomplicado - Marcelo Alexandrino e Vicente; Manual de Direito Constitucional - Nathalia Masson.

Direito do Consumidor: Leis Especiais para Concursos – Direito do Consumidor – Leonardo de Medeiros Garcia.

Direito do Eleitoral:  Sinopses para Concursos – Jaime Barreiros Neto – Ed. Juspodivm.

Direito Empresarial: Sinopses para Concursos – Estefânia Rossignoli  -Juspodvium.

Direito da Criança e do Adolescente: Leis especiais da Juspodvium: Leis Especiais para Concursos, Volume 2 Guilherme Freire de Melo Barros

Direito Penal - Parte Geral: Sinopses para Concursos – Parte Geral – Volume 1 – Marcelo e Alexandre e Rogério Sanches.

Direito Penal - Parte Especial do Código Penal: Código Penal para Concursos – Rogério Sanches.

Direito Penal - Legislação extravagante: Leis Especiais para Concursos – Leis Penais Especiais – Gabriel Habib

Direito Processual Civil:  Novo Código de Processo Civil para Concursos – Rodrigo e Maurício Cunha (Juspovium) e lei seca.

Direito Processual Penal: Código de Processo Penal para Concursos – Nestor Távoradvium e Sinopses para Concursos – Processo Penal – Partes Geral e Especial – Leonardo Barreto.

Direito Tributário: Direito Tributário Esquematizado – Ricardo Alexandre.

Humanística: Livros de Tércio Sampaio Ferraz Jr. e  resumo do Felipe.

Sentença Cível:  curso de Sentenças – Prof. Fernando Gajardoni e Sentença cível - estrutura e técnicas de elaboração: Raimundo, Fabrício e Rodrigo (ed. Método).

Sentença Penal: Sentença Penal Condenatória – Ricardo Augusto Schmitt – Ed. Juspodivm

Qualquer livro/curso que indique para o concurso que não se encaixa nas matérias acima:

Livros de discursiva da Juspovium (tinha todos). Lia muito os espelhos da Emagis e espelhos de provas anteriores. Vade Mecum melhor para prova é RIDDEL.

  É isso! Até a próxima!

Histórias de sucesso #02: Eduardo Álvares de Carvalho – TJPB e TJRR

Olá pessoal!

O grande amigo Eduardo Álvares de Carvalho, aprovado no TJPB e no TJRR, nos concedeu a entrevista que segue.

Antes de adentrá-la, importante frisar que Eduardo é médico (com especialização em anestesia pela USP) e também advogado.

As pessoas ainda se assustam quando, como nesse caso, vêem pessoas já bem sucedidas em determinada carreira mudarem seus caminhos em busca dos seus sonhos (o que, claro, causa espécie). Eduardo é uma demonstração que, quando temos um sonho, tudo vale a pena para realizá-lo!

Nome: Eduardo Álvares de Carvalho

Idade: 42 anos

Naturalidade:Vitória/ES

Concurso(s) para magistratura qual(is) foi aprovado:

R: TJRR, TJPB

Período de estudos até a primeira aprovação em concursos de magistratura:

R:  Terminei a faculdade em fevereiro de 2012. Comecei a estudar de forma profissional em janeiro de 2014, exatamente 1 ano antes de completar os 3 anos exigidos de prática jurídica. 2 anos e 3 meses.

Trabalhou durante os estudos? Cargo?

R: Sim. Advogado e Médico

Tempo médio de estudos diário:

R: 6 horas

Quantas matérias diferentes lia por dia? E em uma semana?

R: Apenas uma por dia. 2 ou 3

Estudava sábados/domingos/feriados?

R: Sim.

Utiliza grupos de facebook/whatsapp para estudar? Acredita que valha a pena?

R:Sim. Fundamental

Fazia resumos/cadernos ou utilizava algum feito por outras pessoas?

R: Fazia caderno das aulas, mas prefiro ler os resumos de outras pessoas.

Com qual frequência fazia exercícios para prova objetiva?

R: Diariamente.

Com qual frequência lia “lei seca”?

R: Tinha muita resistência para ler a lei seca. Mas chegou a um ponto que percebi ser impossível a aprovação na primeira fase do concurso, principalmente da banca FCC. Passei a ler com mais frequência, principalmente na semana anterior à prova de primeira fase. Ficou em torno em média de 30% do meu horário de estudo.

Com qual frequência lia jurisprudência? Lia diretamente dos sites dos Tribunais Superiores ou através de outros sites (como dizer o direito ou EBEJI)?

R: Inicialmente tinha grande resistência na leitura da jurisprudência, visto que, o push, principalmente do STF, é muito difícil de compreender. Posteriormente com o site dizerodireito, a leitura ficou muito mais simples e aprazível, e também me conscientizei da fundamental importância da leitura da jurisprudência, principalmente para banca Cespe. O estudo da jurisprudência consome 30% do meu tempo de estudo.

Indicaria algum curso online com foco em magistratura/carreiras jurídicas?  Indicaria algum curso de oratória para a fase oral?

R: Creio que o curso online para sentenças é fundamental. Fiz o CP Iuris, e fiquei muito satisfeito, principalmente com a parte Penal. Na fase oral, tenho que o curso presencial é de suma importância, e recomendo a oratória Rogéria Guida.

Indica algum método diferenciado de estudos para alguma das fases (objetiva/discursiva/sentenças/oral)?

R: - Objetiva: fazer muitos exercícios no site questoesdeconcurso, aproveitando para ler os comentários dos participantes, tanto nas questões que acertou, como nas que errou. É um método de revisão de boa parte da matéria, de forma rápida e eficiente. Depois de constatar quais são os tópicos, e as formas como são cobrados, partir para uma leitura direcionada da lei seca.

- Discursivas: Fazer as questões da banca anteriores, através do material do site questoesdiscursivas. Leitura das sinopses da Juspodvim e resumos.

- Sentenças: Curso de sentença do Cp Iuris, treinar exaustivamente no site da emagis, curso de sentenças online do Damásio

- Oral: Curso presencial Rogéria Guida, leitura da lei seca, jurisprudência no site dizerodireito e leitura de sinopses da juspodvim e resumo dos pontos elaborados pelos candidatos de concursos anteriores

Estudava a banca/examinadores responsável pela elaboração das provas da segunda fase em diante?

R:Não

Se o tribunal é responsável pela elaboração das sentenças e tem um posicionamento diverso do pacificado nos Tribunais Superiores, adotaria qual posicionamento?

R: Do tribunal

 

                                                         BIBLIOGRAFIA

Quais livros/autores ou cursos/cadernos indicaria para os estudos nas matérias abaixo (se possível, especificar o professor de cada matéria nos cadernos/cursos):

Direito Administrativo – Manual de Direito Administrativo  -  Matheus Carvalho

Direito Ambiental – Sino Sinopses para Concursos – Frederico Amado

Direito Civil – Sinopses Saraiva – Carlos Roberto Gonçalves

Direito Constitucional – Direito Constitucional Descomplicado - Marcelo Alexandrino e Vicente

Direito do Consumidor – Curso de Direito do Consumidor – Rizatto Nunes

Direito do Eleitoral – Sinopses para Concursos – Jaime Barreiros Neto – Ed. Juspodivm

Direito Empresarial – Sinopses para Concursos – Estefânia Rossignoli

Direito da Criança e do Adolescente

Direito Penal – Parte Geral – Curso de Direito Penal – Parte Geral – Rogério Greco

Direito Penal – Parte Especial do Código Penal – Curso de Direito Penal – Parte Especial – Rogério Greco

Direito Penal – Legislação extravagante -

Direito Processual Civil – Curso de Direito Processual Civil – Fredie Didier                    

Direito Processual Penal – Manual de Processo Penal – Vol. Único - Renato Brasileiro

Direito Tributário –  Direito Tributário Esquematizado – Ricardo Alexandre

Humanística – Resumo Mocam

Sentença Cível – Sentença Cível Descomplicada - Jaylton Jackson

Sentença Penal – Aulas LFG

 

É isso! Até a próxima!